Há quase 20 anos, Ícaro (Chay Suede) tenta preencher a lacuna deixada pela ausência da mãe em sua vida. A personalidade rebelde é a defesa que o jovem encontra para blindar a carência e a dificuldade no relacionamento com a tia Cacau (Fabíula Nascimento), além do profundo rancor pela mulher que lhe deu a vida. Do outro lado, Luzia (Giovanna Antonelli) também sofreu de preocupação e saudade dos filhos e esperou muito pelo tão sonhado encontro. A DJ, que agora busca reconstruir a relação com os herdeiros, tenta se aproximar aos poucos de Ícaro e Manuela (Luisa Arraes), sem que os dois imaginem quem ela é de fato. Mas é quando as tentativas estão ficando nítidas demais que ela se vê cara a cara com Ícaro.

Luzia passa o dia com Cacau para tentar distrair a cabeça. Depois de fazer uma faxina na casa da irmã, ela se recolhe para tomar banho. Nesse momento, Ícaro surge para a surpresa de sua tia. Desconfiado de que Luzia possa ser Silvia, a cliente que tanto tentou lhe agradar, ele pede para ver uma fotografia da mãe. Aflita, Cacau diz que não tem e questiona o motivo do pedido. Ícaro, então, conta que tem quase certeza de que Luzia se passou por outra pessoa para chegar até ele. Cacau tenta despistá-lo, mas, num ato de coragem, Luzia aparece e se revela para o filho.

O episódio vai ao ar segunda-feira, dia 25 de junho
Ícaro fica irado, e numa sequência de acusações, expõe a mágoa que guardou por tanto tempo. O xodó de Laureta (Adriana Esteves) culpa a mãe pela morte do pai e busca uma explicação para o doloroso abandono. Luzia se defende, em vão. Cacau também tenta ajudar a irmã, mas Ícaro a julga como cúmplice. A DJ justifica que não teve culpa pela morte de Edilei (Paulo Borges), argumentando ter sido vítima da armação de Laureta e Karola (Deborah Secco). Ela relata que, na cadeia, foi jurada de morte e, por isso, não poderia permanecer ali. Luzia conta ainda que, mesmo distante, procurava saber dos filhos. Mesmo assim, Ícaro diz confiar mais na cafetina do que na própria mãe, se mostrando totalmente cego de raiva e com verdadeiro repúdio a Luzia.

Destruída, a DJ se declara para o filho, tentando se aproximar e mostrar o amor que sente por ele. No entanto, o jovem a repele e pega o celular, ameaçando chamar a polícia. Cacau, imediatamente, toma o telefone das mãos do sobrinho e manda que a irmã vá embora depressa. Luzia sai, aos prantos, enquanto Ícaro, num misto de sentimentos, grita e coloca para fora todo o ódio que sente.

“A novela tem muita emoção e cenas intensas cheias de significados. Esse momento é um dos maiores sonhos da Luzia”, conta Giovanna Antonelli. “O encontro com a mãe é um grande divisor de águas na vida do Ícaro, na maneira de se relacionar com os outros. Acho que por mais turbulento que tenha sido, cura uma série de feridas abertas na vida dele. É uma grande sessão de terapia acumulada, resolvida num único encontro”, avalia Chay Suede.

Foto: Luzia (Giovanna Antonelli) conta para Ícaro (Chay Suede) que é sua mãe

Crédito: Globo/Estevam Avellar