Arrependido por ter de dispensado a amada, Juvenal (Anderson di Rizzi) decide voltar atrás e procurar Desirée (Priscila Assum) no bordel. Durante o passeio, os dois vão até a frente da igreja das Ruínas, em Pedra Santa, e o lapidador assume que sente falta da moça. Desirée se emociona e confessa que também sente saudades da época em que estavam juntos. Sem papas na língua, Juvenal decide ir direto ao ponto: “É isso. Caí no teu laço. Eu caso”, decreta.

O episódio vai ao ar sexta-feira, dia 5 de abril
Surpresa, a jovem cobra um pedido oficial e nos moldes tradicionais. A princípio, Juvenal resiste e Desirée tenta reverter a situação. “Juvenal, aquilo foi em outra vida. Agora você me conhece, sabe de tudo… sabe que eu me perdi”, argumenta. Como de costume, os dois iniciam uma discussão sobre o passado da jovem e Juvenal exige fidelidade para oficializar a união: “Não vou casar pra você me botar chifre com qualquer garimpeiro”, avisa.

Desirée bate o pé e reivindica mais romantismo por parte do amado e manda que ele se ajoelhe para pedir sua mão. Juvenal hesita, mas acaba atendendo ao seu desejo: “A Cândida aceita casar comigo?” Extasiada, Desirée exclama: “Aceito, Juvenal, aceito! ”, enquanto cobre o lapidador de beijos.

 

Foto: Juvenal (Anderson di Rizzi) pede Desireé (Priscila Assum) em casamento.

Crédito: Globo/Mauricio Fidalgo