A rotina de quem lida diariamente com um perigo como este, de viver encarcerado mesmo sem ter cometido qualquer crime, não é fácil de ser compreendida pelas pessoas em geral. “A preocupação é tão grande que muda a sua vida, não posso andar em lugares comuns, não sento de costas pra porta”, reforça um agente penitenciário. Esse drama, porém, não é o único a ser enfrentado por Adriano (Rodrigo Lombardi).

Na penitenciária Vila Rosário, cabe a ele a responsabilidade de comunicar ao detento Vicentão (Bukassa Kabengele), considerado um dos líderes de uma facção criminosa, que ele será transferido para uma unidade no interior. “Quem me dera ter esse poder todo, sou peixe pequeno, Adriano”, despista o condenado, demonstrando descontentamento com a ordem da Justiça.

O episódio vai ao ar sexta-feira, dia 11 de maio
Na casa do pai do carcereiro, Tibério (Othon Bastos) dá um susto na família e acende um sinal de alerta no filho. Ao deixar uma panela no fogo, o ex-carcereiro demonstra que os lapsos de memória estão ficando frequentes e que, talvez, seja melhor Lívia (Giovanna Ríspoli) deixar a casa do avô e voltar a morar com Adriano e Janaína (Mariana Nunes). “Vou ter que arrumar alguém para cuidar dele”, diz Adriano, abatido com a situação, ao mesmo tempo em que vê a filha cultivando a esperança de encontrar a mãe, desaparecida desde o seu nascimento.

O que ele não imagina é a situação que está se criando nas ruas: a facção criminosa, por não concordar com a transferência de seus líderes, mobilizou seus homens e deixou a cidade sitiada. Homens armados se espalharam e atacaram policias, agentes penitenciários e bombeiros, queimaram ônibus, decretaram o fechamento do comércio… E Adriano acaba surpreendido e levado como refém para um cativeiro.

Série vencedora do Grande Prêmio do Júri do Mip Drama, em Cannes, no ano passado, ‘Carcereiros’ é assinada por Fernando Bonassi, Marçal Aquino e Denisson Ramalho, escrita com Marcelo Starobinas e livremente inspirada na obra de Drauzio Varella. A obra é uma coprodução da Globo com a Gullane e a Spray Filmes, tem direção geral de José Eduardo Belmonte e direção de episódios de Belmonte e Fernando Grostein.

Além de Rodrigo Lombardi, Othon Bastos, Mariana Nunes, Giovanna Ríspoli, Aílton Graça e Tony Tornado, a série conta com Lourinelson Vladmir, Jean Amorim e Nani de Oliveira e tem participações especiais de Chico Diaz, Matheus Nachtergaele, Projota, Letícia Sabatella, Carol Castro, Caco Ciocler, Gabriel Leone, Samantha Schmutz, entre outros.

 

Foto: Penitenciária Vila Rosário. Crédito: Globo/Marcelo Tabach

Crédito: Globo/Divulgação