O ‘Globo Repórter’ mostra como a paixão por vinho mudou a vida de muitos brasileiros. É o caso do médico que há 12 anos deixou a cidade grande com toda a família para produzir o próprio vinho em Cocalzinho de Goiás, na Serra dos Pirineus, em Goiás. A primeira safra no Cerrado foi produzida em 2010. Passados seis anos, a produção ainda é pequena, mas hoje o casal conta com a ajuda de 15 funcionários os resultados já começam a aparecer.

O ‘Globo Repórter’ vai ao ar neste sábado, dia 19

O programa conta ainda a história de Fabiano, que está transformando o cenário da Chapada Diamantina com a plantação de uvas. A região é uma importante produtora de frutas, batatas e de um dos melhores cafés do país. E foi justamente batata e café que sua família começou a cultivar na região, décadas atrás. Há quatro anos, Fabiano plantou as primeiras videiras e hoje já experimenta o resultado. O vinho que ele está produzindo ainda está em fase experimental e deve chegar ao mercado nos próximos anos.

E nas redondezas do Rio São Francisco, em pleno sertão pernambucano, o programa encontrou vinícolas que colorem de verde e roxo a paisagem árida do sertão e usam as águas do rio para irrigar as uvas. E é justamente o calor do sertão que faz com que lá a safra funcione de maneira totalmente diferenciada. Em todo o mundo, as videiras produzem uma vez por ano, no verão. Como em Pernambuco é quente o ano todo, a constância de calor e tempo seco faz com que, com as águas da irrigação, as plantas vivam num eterno e produtivo verão. Dão duas safras por ano e ainda conseguem fazer com que toda semana tenha uva sendo colhida.

O ‘Globo Repórter’ conta ainda a história do Dr. Protásio, médico que há 15 anos estuda os benefícios do vinho tinto para saúde. Sua mais nova pesquisa é sobre os efeitos do vinho na flora intestinal. Durante três semanas, os pacientes que participam do seu experimento vão tomar uma dose diária de 250 ml de vinho tinto, a dose máxima recomendada por médicos, em uma embalagem especial, cujo rótulo traz até o nome do Instituto do Coração, o Incor.

E, depois de passar por São Paulo, sul de Minas, Chapada Diamantina e cerrado para mostrar os lugares mais inusitados onde o vinho está sendo produzido no Brasil, o programa apresenta o mais inusitado dos produtores: o Zenker, que faz pelo menos seis mil garrafas de vinho todo ano, na garagem da sua casa.